Na última terça-feira, 12 de setembro, estreou a nona temporada de “A Fazenda Nova Chance”, já que conta apenas com ex-participantes de realities, sendo alguns, inclusive, da própria “A Fazenda”. O grande problema é que mesmo depois de meses se preparando, a estreia não teve uma qualidade técnica, já que Roberto Justus não conseguia contato com a casa, já que não os ouviam, sendo que antes disso a casa já não ouvia, o que gerou um certo constrangimento.

Para completar, durante a conversa, ainda houve eco quase que o tempo todo, o que demonstrou mais uma vez a falta de qualidade nos serviços de som. Na hora de exibir um VT, simplesmente a imagem travou e se repetiu algumas vezes até que finalmente entrou no ar. Roberto Justus não foi auxiliado com uma lista contendo o nome e rostos dos participantes, o que fez com que ele ficasse perdido em alguns momentos. Diante disso, a edição de estreia foi bastante tensa. Segundo o colunista Leo Dias, o diretor Fernando Viudez teve uma séria discussão com outros sub-diretores e acabou com um produtor e dois técnicos de áudio demitidos da emissora.

Me siga no Twitter: @beraldotv  Me siga no Instagram: @beraldotv  Curta uma página do Portal do Beraldo no Facebook, clique aqui

 

Guilherme Beraldo
Jornalista, crítico de TV e ator. Já participei dos seguintes programas: A Tarde é Sua e Manhã Maior na RedeTV, na Gazeta do "Mulheres", Versátil e Atual e Conexão com Zé Américo na CNT. Apaixonado por programas de auditório e musicais.