Partiu do Silvio Santos a decisão de barrar a demissão do jornalista Leo Dias batendo contra a direção do SBT. O próprio apresentador, dono das fofocas mais quentes e exclusivas do “Fofocalizando” revelou em entrevista.

Leo afirmou que esteve prestes a ser demitido do canal, em entrevista ao site Notícias da TV. “Chegou aos meus ouvidos que alguns diretores do SBT cogitaram me demitir, mas Silvio Santos não deixou”, declarou.

“Ele disse: ‘Não vou demitir o rapaz. Primeiro porque ele é bom. Segundo porque ele está doente’”, revelou o Leo. “Fui poupado da demissão porque Silvio Santos tem ciência de que estou doente. Isso me deu um choque”, diz.

Leo Dias usa cocaína há 17 anos, hoje ele tem 43 anos de idade.
Leo afirma que nas vezes em que não apareceu no “Fofocalizando” foi por causa das drogas. “É melhor ficar em casa do que ser vítima de chacota na internet”.

Na próxima semana, ele vai se internar e se submeter a um tratamento .O tratamento existe risco de morte. “Já me senti tantas vezes à beira da morte. Vai ser mais uma”, dispara. “Na verdade, estou cagando de medo. Não de morrer, mas de meu cérebro. Minha grande virtude é meu cérebro, sou um jornalista muito rápido. Morro de medo de sair zoado”.

O colunista deixa claro também que importou a substância legalmente, com autorização do Ministério da Saúde. Trata-se da Ibogaína, principio ativo da iboga, uma raiz cultivada na África Central. É usada para o tratamento de depressão, picada de cobra, impotência e até Aids.

Ele vai desembolsar R$ 8.500 pela primeira semana e pode ser necessária uma segunda internação.

O site deseja sorte no tratamento e na recuperação do Leo Dias.

Guilherme Beraldo
Jornalista, crítico de TV e ator. Já participei dos seguintes programas: A Tarde é Sua e Manhã Maior na RedeTV, na Gazeta do "Mulheres", Versátil e Atual e Conexão com Zé Américo na CNT. Apaixonado por programas de auditório e musicais.