”O que temos pra hoje é saudade”,  já cantava Cristiano Araújo. Há exatos três anos, em 24 de junho de 2015, o Brasil despertou com a notícia da trágica morte do cantor Cristiano Araújo.

Ele regressava a Goiânia após um show em Itumbiara, no sul de Goiás, na companhia da namorada, do motorista, Ronaldo Miranda, e do empresário, Victor Leonardo. Os dois últimos tiveram ferimentos, mas sobreviveram. Allana, 19 anos, morreu na hora. Já o sertanejo, à época com 29 anos, perdeu a vida no trajeto até um hospital de Goiânia.

O motorista perdeu o controle da Range Rover por volta das 3h10, 21 minutos após fazer uma parada em um posto de combustíveis. O carro saiu da pista e capotou. Informações recolhidas da “caixa-preta” do carro mostram que o veículo estava a 179km/h cinco segundos antes do acidente. Além disso, Cristiano e Allana não usavam cinto de segurança.

Nas redes sociais, fãs e familiares não esqueceram da data e fizeram várias homenagens ídolo sertanejo.

Guilherme Beraldo
Jornalista, crítico de TV e ator. Já participei dos seguintes programas: A Tarde é Sua e Manhã Maior na RedeTV, na Gazeta do "Mulheres", Versátil e Atual e Conexão com Zé Américo na CNT. Apaixonado por programas de auditório e musicais.