Nem da Rocinha terá vida contada em documentário: “Não me arrependo de ter sido traficante”

A Endemol Shine Brasil vai contar a vida de Nem da Rocinha, um dos bandidos mais conhecidos do crime organizado no Rio de Janeiro.

As informações são da coluna do jornalista Flávio Ricco, do UOL. Segundo a nota, a parceria para elaborar o documentário é feita em conjunto com a Total Filmes. A produtora brasileira tem os direitos sobre a história de Nem.

Antonio Francisco Bonfim Lopes, nome de batismo, cumpre pena de 66 anos no presídio federal de Rondônia. Sua cela possui 7 metros quadrados.

A condenação se refere ao crime contra a modelo Luana Rodrigues de Souza e sua amiga, Andressa de Oliveira, em 2012. Ele nega a autoria.

Em entrevista ao ‘El País’ no início do ano, Nem chegou a dar uma declaração polêmica “Não me arrependo de ter sido traficante. O que você faria no meu lugar… Você acha que os políticos não sabem como resolver o problema da violência?”.

Chefe do tráfico da Rocinha desde 2004, atuou no local até 2011, quando foi preso. Há um ano, a polícia do Rio acusou Nem de ordenar a invasão da comunidade. No período, a cidade recebia o ‘Rock In Rio’ e as operações causaram desconforto sob a ótica de segurança pública do estado.

Eduardo Moura
Eduardo Moura é jornalista, correspondente do Rio de Janeiro, e autor do blog AudienciaCarioca. Já atuou no portal Rede Contínua e nas rádios Absoluta e Continental. E-mail: audienciacarioca@gmail.com