Resumos de Os Dez Mandamentos– Record TV,  19h45.

12 de Março (Segunda-Feira)

Bakenmut e Ikeni abandonam o local temerosos. Ikeni decide voltar e tira a corda do pescoço dos hebreus condenados. Joquebede agradece a Deus. Eleazar e Zelofeade desamarram os escravos. Ana se impressiona com o poder de Deus. Oseias diz para ela seguir com Judite para casa. Paser e Simut tentam alertar Ramsés sobre a fúria do Deus dos hebreus, mas o soberano se irrita e esbraveja com o sacerdote e seu assistente. O rei segue para o terraço do palácio e se espanta ao ver explosões no céu. Apavorado, Ramsés consegue notar a figura de Moisés no alto do monte. Todos ficam emocionados com o cancelamento da execução dos hebreus. Uri e Gahiji vão até a vila para saber como estavam Leila e Bezalel. Leila pede para Uri e Gahiji ficarem na vila, pois estarão mais protegidos da praga, mas eles decidem voltar ao palácio e a deixa entristecida. Jairo e Apuki encontram com Ana na rua do comércio e a levam para casa. Ikeni avisa Ramsés que abandonou o local onde os hebreus seriam enforcados por conta dos trovões. Arrasado com a chegada de uma nova praga, Ramsés fica ainda mais raivoso. Bakenmut leva roupas para Yunet e ajuda a vilã a fugir do palácio. O céu fica cada vez mais escuro e Joquebede avisa que os hebreus estarão protegidos. Safira fica preocupada com o sumiço de Bina e as crianças, mas é contida por Datã. Eldade passa mal e é socorrido por Miriã. Todos ficam assustados com as fortes trovoadas. Nefertari fica apavorada com o barulho dos trovões. Amenhotep entra no quarto da rainha muito assustado. Judite se perde de Ana e fica desesperada. Ela se encontra com Tais e a convence de ir para a vila dos hebreus, o único lugar seguro em todo o Egito. Trovões ecoam por toda a terra e rodamoinhos ser forma nos campos. Paser diz a Simut que precisa fazer algo e propõe apelar aos deuses egípcios. Apuki e Jairo saem de casa para procurar Judite e, aflita, Ana também vai para a rua. Yunet consegue fugir do palácio com a ajuda de Bakenmut. Ana vai até a casa de Miriã procurar pela mãe, mas volta para a rua ao saber que ela não estava no local. Joquebede pega Finéas no colo, feliz por não ter sido enforcada. Tais e Judite chegam em casa e tentam convencer Meketre e levar as crianças para a vila dos hebreus, mas o egípcio não gosta de ideia. Joquebede constata que haviam muitos egípcios nas ruas e conclui que o faraó não alertou o seu povo sobre a praga. Yunet encontra com Corá e pede ajuda para ele. Revoltado com a vilã, o hebreu grita para todos que passam que a assassina da princesa Henutmire está livre.

 13 de Março (Terça-Feira)

Nervoso, Ramsés diz a Nefertari que não irá ceder. Ana e Oseias se encontram e se abraçam aliviados, mas Ana segue preocupada com Judite. Chuva de granizo começa a atingir fortemente o solo egípcio. De repente meteoros começam a cair do céu e focos de incêndio se espalham, inclusive no palácio. As casas dos egípcios começam a ser atingidas por bolas de fogo e o desespero se espalha. Ramsés decide ir até o terraço do palácio para saber o que está acontecendo. Nefertari tanta ir atrás dele, mas é impedida pelo faraó. Yunet anda apavorada pelas ruas a procura de um abrigo. Ramsés observa a cidade ser destruída e fica apavorado. Uma pedra cai sobre a perna de Yunet e a deixa ferida. Desesperada sob a chuva de granizo, Yunet grita por socorro, mas não é amparada por ninguém. Sem saber o que fazer, Ramsés fica transtornado com a destruição da cidade. Nefertari tenta acalmar o filho Amenhotep. Pedras em chamas caem do céu e camponeses egípcios são atingidos. Em meio à chuva de fogo, Apuki e Jairo correm tentando salvar suas vidas. Ramsés ordena que tragam Moisés e Arão ao palácio. Corá conta para Bina que viu Yunet andando maltrapilha pela cidade. O general Bakenmut ordena que Asheru acompanhe Ikeni na busca por Moisés e Arão. Uri se mostra descrente em Deus. Antes de deixar o palácio, Ikeni se despede de Karoma e Peppy. Aoliabe proíbe Bak de sair de casa para visitar os irmãos durante a tempestade. Ikeni e Asheru deixam o palácio em busca do libertador e seu irmão. Apuki e Judite se preocupam ao notarem que Ana não está em casa. Oseias, Zelofeade, Leila e outros escravos percebem que o mau tempo não atingiu o céu sobre a Vila dos hebreus. Ikeni, Asheru e outro oficial correm para não serem atingidos. Todos na casa de Arão ficam aliviados e emocionados por Joquebede e Eleazar não terem sido executados. Ikeni lidera os oficias e eles seguem na missão. Miriã agradece a Deus e pede proteção para os irmãos. Os oficiais egípcios finalmente avistam Moisés e Arão no alto do monte. Ramsés encontra com a esposa e o filho e avisa que mandou chamar Moisés e Arão. Ikeni avisa a Moisés que Joquebede não foi executada. Aliviado, o profeta aceita acompanhar os soldados até o palácio. Eldade se espanta com tanta destruição. Casas são arruinadas enquanto egípcios correm para salvar suas vidas. O fogo atinge a fachada da Casa de Senet. Moisés, Arão e os oficiais caminham de volta ao palácio. Ikeni fica surpreso ao notar que nada atinge os hebreus. Trancada no quarto do faraó, Nefertari se preocupa com seus pais.

 14 de Março (Quarta-Feira)

Yunet se arrasta pela cidade procurando abrigo, mas é atingida por uma bola de fogo e tem uma morte trágica. Ramsés recua e avisa a Moisés que libertará os escravos, se a chuva de pedra e fogo sessar. O libertador hebreu diz que atenderá ao pedido do faraó, mas o profeta diz saber que Ramsés ainda não teme o Senhor. Antes de deixar o palácio, Moisés se surpreende com as palavras de Ikeni. O oficial diz acreditar em Deus e pede proteção à sua família. Arão pergunta ao irmão se desta vez o faraó irá cumprir a palavra. Moisés diz não saber, mas avisa que o povo egípcio já pagou muito caro pelo erro de Ramsés. Ikeni se emociona ao reencontrar Karoma e Peppy. Egípcios correm tentando se proteger em meio ao caos na cidade. Eleazar pede para os familiares manterem a fé. Moisés e Arão sobem o monte novamente. Eliseba e Joquebede se emocionam ao perceberem que a tempestade não atinge a Vila dos hebreus. No santuário do palácio, Ramsés questiona os deuses egípcios. No alto do monte, Moisés ergue seu cajado e o céu se limpa. Ele e Arão olham para a cidade e se assustam com tantos destroços. Paser e Simut deixam o templo e se espantam com a destruição. Nefertari fica aliviada ao notar que o tempo melhorou. Ramsés dá ordens aos oficias tentando fazer a vida no palácio voltar ao normal. Simut e Paser se deparam com Yunet morta entre os escombros. Moisés e Arão voltam para a Vila, emocionados e esperançosos, sonhando com a liberdade do povo hebreu. Moisés e Arão retornam à vila dos hebreus. Corá discute com os filhos e diz para que eles não acreditem nas palavras de Joquebede e Moisés. Bezalel e Leila se mostram preocupados com Uri e os outros amigos do palácio. Ana e Oseias continuam procurando por Judite e se abraçam apaixonados. Ikeni descobre que Yunet saiu da cela e se preocupa com a reação que o faraó terá quando descobrir a fuga. Ikeni avisa Ramsés que Yunet saiu e Paser diz que viu o corpo da vilã na cidade. Ramsés ordena que os corpos dos egípcios nobres sejam embalsamados e os demais enterrados no deserto. Datã teme pela retaliação de Ramsés com o povo hebreu. Ana conta a Apuki que a vila dos hebreus não foi atingida pela tempestade e o deixa surpreso. Meketre diz a Tais que a cidade está um caos e diz acreditar que talvez o Egito não consiga se recuperar. Preocupado com a filha, Paser conta para a princesa sobre a morte de Yunet. A princesa se revolta dizendo que Moisés salvou a vida de Joquebede e levou a de sua mãe por vingança.

 15 de Março (Quinta-Feira)

Bakenmut diz a Ikeni que Ramsés prometeu a Moisés que libertaria os escravos caso a tempestade terminasse. O faraó organiza uma incursão à cidade para avaliar os estragos e é acompanho pelos generais. Os hebreus temem por uma retaliação dos egípcios. Nadabe, Abiu e Itamar retornar da cidade e dizem aos demais hebreus que o estrago foi muito grande. Moisés e Arão retornam para casa para alívio de toda a família. Moisés a Arão contam para os hebreus que o faraó decidiu libertá-los deixando todos radiantes. Ramsés e Nefertari conversam e ele diz que não suportaria perder a mulher e o filho. Simut diz a Paser que não quer mais ser sacerdote uma vez que os deuses egípcios não fizeram nada para protegê-los. Miriã compõe uma música em hebraico e surpreende Oseias. Moisés diz para Nefertari que pretende buscar sua família em Midiã. Joquebede diz que sente muito orgulho de Moisés e Arão e deixa o libertador emocionado. Joquebede se emociona com as palavras de Moisés. Uri recorda dos momentos com Leila e Hur. O joalheiro se recusa a acompanhar Gahiji até a Vila dos Hebreus. Bak tenta visitar os outros filhos de Meketre, mas o comerciante destrata o menino. Sem alternativa, o egípcio é obrigado a mentir para Tais. Radina confessa para Karoma que fica mexida toda vez que Moisés está por perto. Ikeni questiona Bakenmut sobre a fuga de Yunet, mas o general desconversa. Gahiji e Chibale chegam à casa de Zelofeade. Leila, Hur e Bezalel ficam felizes com a chegada dos egípcios. Nefertari pede para Ramsés introduzir Amenhotep sobre as questões relacionadas ao reino. Leila diz estar decepcionada com a atitude de Uri. Os hebreus se reúnem na casa de Joquebede. Safira se irrita ao ver Datã provocando Bina. Arão agradece a presença de todos. Moisés anuncia que o rei prometeu libertar os escravos. Todos se emocionam com a notícia. Ana e Judite tentam amolecer o coração de Apuki. Moisés manda os hebreus se prepararem para deixarem o Egito. Datã diz para Safira que desta vez acredita no libertador. Arão se anima com o futuro de seu povo. Ramsés perde a paciência e se irrita com Amenhotep. Ikeni chega e avisa que Meketre deseja falar com o faraó. Nefertari tenta reanimar as mulheres no harém do palácio. Ramsés avisa a Meketre sobre sua decisão de deixar os escravos partirem. Jairo e Apuki se assustam ao ouvirem Bakenmut dizer que os hebreus serão libertados. Joquebede e Miriã conversam enquanto arrumam as coisas para partirem. Calebe alerta Oseias sobre o ódio de Apuki.

 16 de Março (Sexta-Feira)

O feitor se espanta ao ver a fachada da Casa de Senet destruída. Desolado, Ahmós lamenta a destruição do prostíbulo. Gahiji diz que Uri precisa se despedir da família. O cozinheiro também afirma que está pensando em partir com os hebreus. Bezalel diz acreditar que Uri mudará de ideia. Zelofeade e Abigail fazem planos para o futuro com o bebê. Simut demonstra descrença nos deuses egípcios. Arão questiona Moisés sobre a possível mudança de ideia do faraó. O libertador avisa que outra praga virá, caso o rei se recuse a libertar os escravos. Em conversa com Paser, Nefertari diz que não concorda com a atitude do marido em deixar os hebreus partirem. O sacerdote tenta convencer a filha a aceitar, mas a rainha avisa que sempre protegerá o Egito.

Me siga no Twitter: @beraldotv  Me siga no Instagram: @beraldotv  Curta uma página do Portal do Beraldo no Facebook, clique aqui

Guilherme Beraldo
Jornalista, crítico de TV e ator. Já participei dos seguintes programas: A Tarde é Sua e Manhã Maior na RedeTV, na Gazeta do "Mulheres", Versátil e Atual e Conexão com Zé Américo na CNT. Apaixonado por programas de auditório e musicais.