Já há algumas semanas Wesley Safadão e sua ex-mulher, Mileide Mihaile, com quem tem um filho de sete anos, travam uma batalha judicial. O cantor pediu revisão da pensão da criança, que hoje é de cerca de R$ 9 mil. Agora, de acordo com Leo Dias, ele conseguiu mudar a data da audiência que vai decidir essa questão. Seus advogados entraram com pedido de antecipação e o que ocorreria em 28 de agosto, foi remarcada para o 27 de julho, no Fórum de Fortaleza. Essa tentativa de acelerar o processo visa encerar as polêmicas que tem prejudicado a imagem do artista.

A pressa é tamanha que o pedido foi protocolado por volta de 22h. O caso vai ser julgado pelo juiz José Mauro Lima Feitosa, conhecido por não se comover com choro, não ser levado pela opinião pública e dar o veredito apenas a partir de provas documentais.

No processo, Wesley pediu à justiça para não arcar com os custos. Perdendo ou ganhando, o cantor não vai pagar o processo. Sua assessoria, porém, garante que ele pagou as custas.

De acordo com o Jornal O Dia, o pedido de revisão partiu de Safadão. Ele elaborou uma tabela dividindo os custos da casa de Mileide por três, e quer pagar apenas uma parte, uma vez que além da criança, moram também ali, Mileide, é claro, e sua mãe.